Férias (e cães na Europa)

Em junho Marcelo e eu tiramos umas merecidas férias e fomos para a Europa (Florença, Londres e Berlim).

Uma coisa muito legal que eu percebi por lá é a relação que as pessoas tem com seus cães. Nas cidades, eles são vistos como animais de companhia mesmo e são aceitos em vários lugares. O mais bacana é que eles (e os gatos também) podem andar de transporte público. Logo no começo da viagem, no trem de Milão para Florença, vimos uma moça com um gato na caixa de transporte. O gatinho estava bem tranquilo, alheio a toda a agitação (nosso trem atrasou e as pessoas estavam impacientes). Eu fiquei prestando atenção, e nos três países vi cães andando de ônibus, trem e metrô. Tentei tirar várias fotos, mas a iluminação e o movimento não ajudaram muito…

Cachorro no metrô em Berlim.

Cachorro no metrô em Berlim.

Teoricamente os cães devem andar com focinheira, mas eu não vi. Todos estavam na guia, e pareciam bem tranquilos.
Aqui no Brasil, somente os cães-guia, que auxiliam deficientes visuais, podem andar de transporte público. Mas em São Paulo recentemente foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça um projeto de lei que permite que animais de até 10 kg andem de ônibus e metrô (reportagem aqui). O limite de peso do animal e o fato deles terem que estar dentro da caixa de transporte restringe bastante o acesso, mas já é um bom começo.

Se o projeto virar lei mesmo será muito bom. Mas não dá para ir enfiando o cãozinho no ônibus e achar que está tudo bem! É preciso acostuma-lo a ficar bem na caixa de transporte e introduzir a situação nova aos poucos, pois é muita informação de uma vez (o próprio ônibus, o trem, aglomerações, movimento, escadas, etc.).

Aviso no metrô em Berlim.

Aviso no metrô em Berlim.

Em Milão nós passeamos em um parque que tinha duas áreas reservadas a cães, uma cercada e outra aberta. As áreas estavam bem sinalizadas, e os cães podiam ficar soltos, sem a guia.

Sinalização indicando a área reservada aos cães

Sinalização indicando a área reservada aos cães no parque em Milão.

Aqui em São Paulo existem algumas áreas nos parques em que o pessoal costuma soltar os cães (já vi no Ibirapuera, no Villa Lobos e no da Independência), mas até onde eu sei não é algo regulamentado por lei. No Villa Lobos o espaço cercado é tão pequeno que nos finais de semana costuma ficar lotado de gente e cachorro, o que muitas vezes causa briga…

Cães se divertindo no parque em Milão.

Cães se divertindo na área cercada do parque em Milão.

Em Londres nós ficamos na casa de um casal de amigos da minha irmã, a Katrin e o Will. Eles tem dois filhos, a Lily e o Paul, e um Golden Retriever, o Sammy. Todos os dias de manhã, a Katrin levava o Sammy e as crianças para passear. Ele é um dos cães mais tranquilos que eu já vi, a Lily deitava em cima dele, tirava a bola da boca, e ele continuava na boa… Com ele deu para matar um pouquinho as saudades da Madalena e dos meus clientes.

image

Sammy na sua posição preferida.

E por último, mas não menos importante, nós fomos em um pub em Cambridge e encontramos duas cadelas com seus donos. Uma era Pit Bull e a outra, Border Collie. As duas eram bem tranquilas em relação às pessoas, mas a Pit Bull ficou bastante inquieta quando a Border Collie chegou.

Eu apertando a Border Collie no pub em Cambridge.

Eu, apertando a Border Collie no pub em Cambridge (e os tios rindo de mim atrás!).

Por aqui apenas alguns lugares aceitam cães, então é sempre bom ligar e perguntar antes de ir. Na cidade de São Paulo eles não podem ficar dentro de restaurantes, bares e cafés, por causa da vigilância sanitária. Na prática, isso significa que somente os locais com mesas na calçada podem receber cães.

O que eu percebo no Brasil é que ainda falta muito da visão dos cães (e gatos) também como animais de companhia, que podem acompanhar mesmo seus donos em situações do dia a dia. Ainda temos muito o que alcançar, principalmente na regulamentação dessas relações (vê-se o atraso pela falta de punição, como crime, a atos de crueldade contra animais).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s