Thor

DSC01145

Este é o Thor, um Golden Retriever de 6 meses.

A origem do Golden é na Escócia, cruzamento do Retriever de pelo ondulado com um tipo de Water Spaniel, e posteriormente Setter Irlandês e Bloodhound. São cães utilizados na caça, como buscadores de presas, especialmente para trabalho na água. São inteligentes, ativos, muito amigáveis e confiáveis*.
Para mim, o termo que descreve o Thor é “uma delícia”. Ele é muito inteligente e amoroso, aprende rápido, mesmo não levando nada a sério e deitando para ganhar carinho sempre que eu dou bobeira…

O Thor é meu aluno de Adestramento. A tutora dele é a Érika. Ela é uma pessoa muito responsável e tem plena consciência das necessidades dele. Quando ele tinha quatro meses ela entrou em contato comigo para começarmos o adestramento. Eles moram com a Vó, que no começo resistiu um pouco, mas logo se rendeu aos seus encantos…

Por ser um cão grande, e também morar com a Vó, a Érika sabe da necessidade de adestrá-lo logo cedo, ensiná-lo a obedecer, não estragar as coisas e não pular nas pessoas. Eles passeiam sempre, vão ao parque, e quando ela está muito ocupada deixa-o na creche, para que ele gaste energia e não fique sozinho. O Thor teve muita sorte ao ser escolhido por ela!

Com dois meses de adestramento ele já aprendeu todos os comandos básicos. Em duas aulas ele aprendeu a sentar! Em casa ele obedece, e agora nós precisamos generalizar o comportamento para todos os lugares, na rua, no parque, etc. Como todo filhote, ele ainda não tem muito foco e se distrai facilmente, ainda mais com os estímulos da rua.

Além da inteligência e idade, outra coisa que contribui muito para o rápido aprendizado do Thor é que a Érika acompanha quase todas as aulas. Ela fica ao nosso lado, observando o treinamento, eu explico a ela o que estou fazendo, como utilizar os comandos gestuais e verbais, como corrigir as coisas erradas, como recompensar o bom comportamento, etc. Ela também pratica durante as aulas, e isso é ótimo porque  posso explicar com calma e mostrar a melhor forma de treinar o cão. Eu passo a “lição de casa” e na próxima aula pergunto como foi e tiro dúvidas.

Seria ótimo se todos os tutores pudessem acompanhar o treinamento dos seus cães assim. Eles aprenderiam mais rápido, e a comunicação entre tutor e cão seria bem melhor. Mas eu sei que nem sempre dá tempo, as pessoas trabalham, tem uma vida corrida, e isso é uma das coisas que faz o meu trabalho ser tão importante. Por isso, sempre procuro estabelecer uma boa comunicação com os clientes humanos, e marcar aulas periódicas com eles, para que saibam o que o cão está aprendendo. O adestrador não faz milagre, e a participação dos tutores, mesmo que esporadicamente, é fundamental para o treinamento dar certo.

*Informações sobre a raça
Site da Confederação Brasileira de Cinofilia:
http://www.cbkc.org/padroes/pdf/grupo8/goldenretriever.pdf

Site do American Kennel Club:
http://www.akc.org/breeds/golden_retriever/index.cfm

Livro: Tudo sobre Cães. A. Gondrexon, Ives Browne. 3ª edição.
São Paulo: Martins Fontes, 2000.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s